Bêbada acabei traindo o meu marido



Click to Download this video!

Bem que vou relatar para vocês aconteceu agora no dia 2 de Janeiro de 2016, depois de passar um excelente final de ano, no sábado fomos convidado para uma festa na casa de um amigo do meu marido, uma casa muito linda com piscina, maravilhosa, sou casada, madura, tenho 30 anos de casamento, me considero uma coroa gostosa, tenho um corpo legal, 73 quilos, umas pernas grossas, uma bunda saliente carnuda, eu e meu marido gostamos muito de sexo, curtimos de tudo, eu como tenho uma bunda carnuda adoro sexo anal, se damos bem na cama, ele adora me xingar de puta vagabunda, cadela, mas nunca o trai, ficava só na brincadeira.
No sábado após a entrada do ano fomos a festa de seu amigo, nossa muito bom muita bebida, comida a vontade, e a piscina, eu com um maiô, mais bem cavado, mostrava bem a minha bunda, eu via os homens me olhando, já por volta de umas 17 horas, muita gente já havia ido embora, eu percebi um cara me olhando, ele não tirava os olhos de mim, eu já para lá de bagui-da completamente bêbada, sai da piscina e arrumei um cantinho num quartinho de bagunça, me deitei para descansar, meu marido tem o costume de quando me vê deitada vem e deita em cima, e as vezes acaba ate metendo em mim, eu ali deitada já meio apagada devido a bebida, não estava dormindo esta mesmo tonta, estava de maiô e deitada com a bunda para cima, logo senti alguém encostando em mim, deitando ao meu lado, nem mesmo abri os olhos imaginei ser o meu marido, também estava bêbada, fui relaxando, ele tentou tirar o meu maiô eu disse a ele que alguém poderia chegar, ele bem devagarinho no meu ouvido me respondeu, não tem perigo eu fechei a porta, ate ai eu pensava ser o meu marido, pois ele e acostumado fazer estas coisas, deixei tirar o meu maiô, e senti ele explorando a minha boceta, que já estava meladinha, eu sou muito apertadinha, meu marido tem a rola pequena, e eu nunca havia transando com outro homem, quando ele começou a penetrar a minha boceta, nossa começou a doer, aquilo parecia que estava me arrombando todinha, foi ai que comecei a perceber que não poderia ser meu marido, dei uma olhada era o cara que me fitava com os olhos na piscina, nossa queria parar, mais não conseguia, o tesão começou a falar mais alto, já que estava dentro agora deixa ir ate o fim, só que o cara tem uma rola enorme, dava umas duas do meu marido, e muito grossa, eu já tinha gozado umas três vezes, e ele socava aquela rola na minha boceta me arrombando todinha, no inicio doeu um pouco mais depois ficou maravilhoso, aquela rola entrando e saindo da minha boceta, ele acabou gozando, eu estava tão bêbada que nem me preocupei com camisinha, ele gozou lá dentro gozei sentindo aquele leitinho quente sendo jorrado dentro de mim, ele ficou um tempinho com a rola lá dentro deitando sobre mim, uma coisa que nunca havia acontecido comigo uma rola ficar dura dentro, nossa uma maravilha, logo voltou o tesão, ele no ouvido bem baixinho, me arrepiando todinha dizia, quero meter neste cu, eu rebolava, ele então perguntou posso meter neste cu, eu me abri toda, relaxei, não precisei responder ele tirou da minha boceta a rola toda melada de porra, aproveitou a porra para lubrificar o meu cuzinho, cuspiu e foi tentando, nossa eu mandava ele tirar esta doendo muito, ele tirava, e tentava de novo, ate que depois de muita dor ate chorar eu chorei de dor e tesão, mais deixei ele me arrombar todinha, ele meteu a rola todinha lá dentro, ficou bombando, fiquei de quatro, nossa que coisa de louco aquela rola grande todinha lá dentro do meu cu, como já era a segunda gozada ele demorou muito para chegar ao gozo, e encheu o meu cu de porra, nossa isso tudo ate acabou com o meu fogo da bebida, de sexo não eu queria mais, mais ele se arrumou e saiu, eu me arrumei fui ao banheiro tomar uma chuveirada, já estava pronta para outra, quando sai meu marido estava me procurando, o pessoal já havia ido quasse todos embora, meu marido esta bêbado, só tinha na casa o dono da casa e um negrão amigo dele, meu marido bêbado, a mulher do dono da casa estava dormindo, o Walter o dono da casa mandou a gente ficar a vontade que ele iria descansar um pouco e se recolheu, ficou eu e meu marido bêbado e o negrão, meu marido quando bebe fica assanhado, falando sacanagem, putaria, teve uma hora que surgiu um papo de sexo anal, meu marido acabou dizendo que eu gosto, eu só de maiô, com a bunda toda de fora, o negrão disse e mesmo curte anal, eu também já havia bebido, respondi mesmo curto sim adoro, o negrão então disse nossa também com uma bunda dessa, eu me virei mostrando a bunda para ele, e deu uma risadinha, passei a mão na minha bunda, nossa ele de sunga na hora mostrou uma rola enorme, um volume, de dar medo, meu marido rindo disse já pensou amor isso tudo ai dentro te arromba todinha, ele bêbado, eu disse a ele deve arrombar mesmo, porque a sua só faz cocega, o negrão muito safado também, acabou tirando a rola para fora me mostrando a quela coisa preta, nossa eu cheia de tesão por já ter dado para o outro cara, vendo aquela rola preta dura que nem pedra, não aguentei puxei meu maiô de lado e fui encaixando aquela mastro todinha na boceta, eu de costas para o negrão e de frente para o meu marido, e falei para o meu marido só para ver o que ele iria falar olha amor estou sentada no colo dele, ele me respondeu no colo e fácil eu quero ver você sentar e encima, eu não aguentei já estava gozando e o negrão bombando a rola fundo, eu então disse estou gozando, e falando isso negrão mete tudo que eu vou gozar com esta rola todinha lá dentro, e falei para o meu marido, olha corno, estou gozando com esta rola todinha lá dentro, meu marido gozou batendo punheta, fiquei um tempinho sentada com a rola dentro, queria sentir novamente aquela rola endurecer lá dentro, meu marido perguntou gostou, claro, adorei, eu sentada na rola do negrão ele veio e começou a me beijar, e começou a tirar o meu maiô me deixando peladinha, comecei sentir novamente a rola endurecer dentro, ai o negrão começo a falar que queria comer o meu cu, eu estava com um cu ardendo ainda, mais não aquentei, e me deu mais tesão ainda receber aquela rola preta e grossa na bunda na presença do meu marido, nossa que tesão, ele cuspiu na rola e eu fui sentando, nossa ardia muito, já estava esfolada mais eu aguentei sentei ate entrar todinha lá dentro, nossa eu pulava cavalgava na rola dele ate ele gozar e encher o meu cu de porra, uma coisa que eu não esperava e que meu marido em quanto eu sentava na rola do negrão ele chupava minha boceta esporrada, e quando o negrão gozou dentro na hora que ele tirou a rola de dentro toda melada ele caiu de boca na rola dele sugando a porra todinha, nossa maravilhoso, foi um dia especial, o único imprevisto e que o amigo dele o dono da casa acabou me flagrando pelada e sentada na rola do negrão, e já deu o ar da graça dizendo ao meu marido que quer meter comigo também, e o negrão quer mais, só outro cara que eu nem sei quem é, que acabou indo embora sem nem se despedir, mais o negrão e o amigo dono da casa este sim vão meter comigo de novo, agora não da para parar, depois de participar e receber umas rolas grande ficar só com a minha miniatura, agora quero mais, e sabendo que meu marido aceita ser corno melhor ainda . espero que tenham gostado.