Lunocu Primeira vez



Click to Download this video!

Olá tenho 60 anos e adoro contos eróticos, o que vou contar realmente aconteceu comigo, tinha eu entre 10 e 11 anos e tava fazendo muito frio minha mãe não me deixou Ir para escola fiquei deitado debaixo das cobertas quentinho,uma vizinha veio nos visitar com seu filho de 8 anos que veio logo pro meu quarto,ficamos conversando bobeiras de criança quando falei que meu pintinho tava duro de frio,ele respondeu quer que eu chupe pra esquentar? Gelei deu um friozinho na barriga olhei minha mãe conversava em voz alta na cozinha,falei quero! pra ver se ele tinha coragem pra minha surpresa enfiou a mão embaixo da coberta e pegou no meu pau que endureceu na hora tirei pra fora e ele mamou feito um Bezerro era muito novo e ainda não gozava chegou um ponto que me dava choques no pau e nas pernas,falei pra ele deixa eu botar no seu cú ele falou aqui? Com um sorriso. Disse não vamos pra mina era uma espécie de caverna que brincávamos chegando lá ele foi logo arriando o short me mostrando uma bundinha cheinha e um cuzinho rosado fiquei doido tirei minha pica pra fora e parti pra quela bunda gostosa não entrava eu não tinha experiência nem ele fiquei ali tentando e descobri que minha fimose estáva me atrapalhando era muito fechada mesmo assim fiquei naquela sacanagem por dois meses aí vei um problema que deu um obsesso na ponta da pele da fimose e tinha que operar levei o raio chorei pra caralho xinquei mai não teve jeito operei um mês de molho tirei os pontos dois meses depois pronto pra tentar com meu amigo meu pau agora tinha uns 15 cm gordo e cabeçudo,chamei ele pra ir na mina ele foi dizendo já pode meter ? falei rindo sim! fomos correndo chegando lá falei chupe ele caiu de boca amei deu a tremedeira tirei a boca dele é ainda babado da saliva dele sem saber que ia lubrificar encostei a cabeça no cú dele e segurei na cintura e empurrei caralho que susto ele deu um pulo pra frente quando a cabeça entrou gritando e gemendo abanando a bunda com a mão eu estava surpreso porque a cabeça tinha entrado e assustado com seu gritos falei calma cara foi sem querer desculpa tá, ele falou tá mais fais devagar vendo que a pica tinha secado cuspi na mão e lubrifique bem apontei na rosquinha dele é comecei a forçar bem devagar a cabeça deslizou pra dentro ele começou a dizer tira tira ta doendo segurei ele firme e empurrei até o saco ele esperneava e gemia e eu louco com a novidade metia feito doido me deu a tremedeira eu tive que tirar ele saiu correndo e eu tava feliz no mês seguinte teve outro amigo um ano mais velho era magrinho mais tinha uma bundinha durinha lá em casa eu tava sozinho e ele queria um gibi eu tinha muitos falei te dou um gib se vc me der um pouquinho ele pensou e disse ta mais vai dar mesmo né? já de pau duro tirou o short e debruçou na minha cama cuspi no pau e fui entrando no cu dele reclamou mais não pediu pra parar comecei um vai e vem bem devagar depois acelerei o cú dele era mais largo do que o outro ele apenas falava porra é muito grande e grosso eu não dava bola pra suas reclamações apenas metia e tirava derrepente me espichei retezei meu corpo senti algo sair do meu pau era bom demais fiquei intrigado dei o gibi é ele foi embora de pau duro ainda comecei a tocar uma punheta e veio àquela sensação de novo aí no chão pude ver pela primeira vez minha porra foi o dia mais feliz da minha vida.