Gêmeos de Sorte (B)



Click to Download this video!

Tenho 41 anos, sou casada, tenho dois filhos gêmeos de 16 anos, o Bruno e o Daniel.

Me acho uma mulher bonita e atraente. Tenho 1,70 de altura e peso 56 kgs. Seios médios e uma bundinha que meu marido não cansa de elogiar. Cabelos negros e olhos verdes.

Vou contar o que anda acontecendo na minha vida, mas não porque eu sinta qualquer tipo de culpa, mas sim para saber se outras pessoas também tem ou já tiveram essa experiência.

Em casa sempre fomos muito liberais com as coisas de nudez e sexo. Nunca tive vergonha de me trocar na frente dos meus meninos e nem eles de ficarem nus na minha frente ou na frente do pai deles. Eles são dois garotos muito bonitos. Altos e charmosos.

Um belo dia cheguei mais cedo do trabalho e quando passei pelo quarto do Bruninho a porta estava encostada e eu abri. Para minha surpresa ele estava totalmente nu, deitado de costas na cama dele e se masturbando com uma revista na mão. Me aproximei dele e perguntei ingenuamente:

– O que vc esta fazendo meu filho?

– Ai mãe, estou batendo uma punheta pra gostosa da Debora Secco.- ele respondeu.

Foi quando eu percebi que era a primeira vez que via o pau dele duro. E que pau!

Maior e mais grosso que do Paulo, meu marido. Fiquei meio que hipnotizada e acabei me sentando do seu lado na cama e disse:

– Deixa que a mamãe faz pra vc Bruninho.

Segurei aquele membro macio e pulsante e comecei a mexer bem devagar escorregando minha mão em toda sua extensão. E ele comentou:

– Nossa mãe, como a senhora faz gostoso. O papai deve adorar né?

– É sim filhinho. Vou molhar ele um pouquinho porque esta muito seco. Eu disse isso e me abaixei e comecei a lamber e a chupar aquela delicia de penis. Nossa, nessa altura minha calcinha estava ensopada. O Bruninho dizia:

– Que delicia mãe…………assim vou gozar logo…………aaiiii

– Goza Bruninho…………..me da seu leitinho…………..vem meu filho……..

Não demorou nada e ele começou a derramar sua porra. Engoli tudo. Até a ultima gota. Depois ainda lambi para deixar bem limpinho.

Claro que eu saí do quarto dele e fui para minha cama e masturbei até ter um gozo forte e prolongado. Fiquei relaxada com minhas pernas bem abertas e meu néctar escorrendo para o lençol por um bom tempo.

No dia seguinte, logo que cheguei em casa encontrei o Daniel que foi logo dizendo:

– Puxa mãe, vc faz aquilo tão gostoso para o Bruno e nada pra mim?

Olhei para a carinha de chorão dele e disse:

– Vamos filhinho, vamos para seu quarto que a mamãe vai fazer pra vc também.

Ele tirou a calça e a cueca e se sentou na cama enquanto eu peguei seu travesseiro e coloquei no chão para me ajoelhar e mamei gostoso aquela pica deliciosa. Era um pouco menor que a do Bruno mas era bem grosso. Bebi todo leitinho dele também enquanto ele uivava de tesão.

De novo me masturbei sozinha em meu quarto. Minha xaninha ficava piscando só de imaginar aquelas duas toras entrando nela.

E passamos vários dias comigo chupando meus filhos e eles delirando de prazer. Até que um dia, eu estava chupando o Bruno e decidi que estava na hora dele me chupar também, oras.

Me despi todinha e me deitei de costas na cama e pedi:

– Vem Bruninho…………agora é hora de vc chupar a mamãe…………..vem filho……

Ele se deitou sobre mim e começou a chupar meus peitinhos enrijecidos e eu sentia seu cacete no meio das minhas coxas, o que me deixava completamente zonza e tesuda.

– Chupa minha bucetinha Bruno…………..não estou agüentando mais…..

Dobrei minhas pernas e ofereci minha buceta para meu filho que começou a lamber e a chupar muito gostoso.

– aaaiiii…………..delicia Bruninho………….chupa a mamãe bem gostoso……….

Eu estava delirando de prazer e me atrevi a pedir:

– Lambuza o cuzinho da mamãe com meu liquido e depois enfia seu dedo nele meu amor…….

E foi o que ele fez. Enquanto me chupava começou a enfiar seu dedo no meu cuzinho me fazendo urrar de prazer.

– Me fode Bruno……………mete na mamãe……………………..mete meu filho……

– Que delicia mãe…………..que buceta gostosa a senhora tem………

– hummmm……..fode Bruninho………..fode com força……………me bate na bunda……..

– Toma mãezinha…………….toma uns tapas nessa sua bunda gostosa…….

– aaaiiiiiiiiiii……………….vou gozar……………..fode………….uuuuuuuuiiiiiiiiiiiii

Ele então enfiou seu pau com força na minha buceta e me fez gemer e gozar feito uma putinha. E me encheu de porra.

É claro que eu teria que deixar o Daniel me comer também e foi o que eu fiz. E chegou uma hora que eu acabei dando para os dois juntos.

Quando o pai viajava eles dormiam na minha cama e me fodiam a noite toda. Eles gozavam e menos de meia hora depois já estavam de pau duro de novo.

Minha xaninha ficava ardida por vários dias.

Sem falar que enquanto um me fode eu chupo o pau do outro e vice-versa. Além de até ter deixado eles enfiarem o pau no meu rabinho e na minha xaninha ao mesmo tempo. Doeu pra caramba mas foi muito gostoso.

Não sinto nenhum remorso por isso. Acho melhor meus filhos me comerem do que saírem por ai e comerem qualquer vagabunda que aparecer. Vcs não acham??