Minhas Confissões (Parte 1)



Click to Download this video!
Autor

Oi sou Luccas tenho 17 anos e em setembro estou aniversariando, aceito presentes rsrs. É a primeira vez que escrevo então me desculpem se não ficar bom ou tiver muitos erros, eu vejo muitos homens escrevendo suas experiências e tem sempre muito sexo e as histórias são boas mais eu queria fazer algo de diferente nesse conto afinal é uma confissão e eu tenho sentimentos dentro de mim que gostaria de compartilhar.

A primeira imagem de homem que me vem a cabeça é o meu tio, na época ele devia ter seus 18 anos ou mais eramos do interior e não havia muito que se fazer, então às vezes ele me levava no banheiro e me mostrava aquela rola grossa e grande eu era apenas uma criança e aquilo parecia enorme naquela época, não me lembro com clarezao que ele fazia comigo (não vou mentir) já mais rapazinho foi meu primo que também me mostrava seu pintão duro para o meu lado, esse eu lembro de chupar pouco mais da metade daquele pintão cabia na minha boca, foram poucas vezes ele logo entrou no exército e nunca mais o vi.

Nos meus 11 anos eu era assediado na escola pelos meninos mais velhos e num dia um deles me comeu atrás da porta da sala, ainda assim sem entender muito essas experiências eu já sabia no meu coração que eu era diferente, eu sentia um desejo crescendo pelos meninos do bairro e não pelas meninas como seria o normal.

A minha descoberta foi confusa e muitas vezes eu não tinha com quem falar sobre isso, eu tinha medos e dúvidas mais não tinha com quem compartilhar, foi uma adolescência difícil é por incrível que pareça ainda sou muito sozinho, mais muitas coisas ficaram claras pra mim, eu gostava de homem, mais não um homem ideal ou perfeito dos olhos azuis, eu amo todo tipo de homem, todo tipo de pele de cheiro, todo tipo de idade, todo tipo de homem me dá tesão.

O moreno jambo com o corpo definindo, aquelas gominhas que vem do peito até o pé da barriga, aquelas morenos da pele lisa, cheiro forte de macho, com braços musculosos que me apertam até eu perder o fôlego, eu adoro lamber garotos assim, passar minha língua por suas axilas, descendo pela barriga e passando direto pra virilha eu amo sentir seu cheiro forte exalando testosterona, meu cu pisca num moreno dotado eu gosto de ser arrombado, sentir minhas pregas se soltarem.

O branquinho que quase sempre tem os pelos ralos e um cheiro mais doce, a pele clara desliza perfeitamente pelas minhas curvas, eu amo sentir o cheiro dessas pessoas depois de uma pelada ou uma corrida, eu me faço no meio do suor lambendo cada centímetro do seu corpo até me sinto possuído quando uma pessoa assim me pega de jeito me jogando de um lado para o outro e me ofendendo me chamando de vadia, branquinho do pau comprimido que vai fundo dentro de mim, me arrancando gritos e lágrimas.

O marginal e sua pegada forte, muitas vezes cheirando forte uma mistura de suor droga, bandidos magrelos, mal encarados, violentos que bate na minha cara e soca com força até o meu útero, puxa meu cabelo e goza na minha boca me fazendo engoli até a última gota, me olha feio e sai sem dizer nenhuma palavra e no outro dia volta e faz tudo de novo, é um ciclo vicioso amar alguém que só quer gozar em você e cai fora.

E os adolescentes o que dizer deles, são perfeitos suas peles cheiram a leite, seu odor é tão forte que me faz delirar é difícil resistir a um novinho são tão inexperiente mais tão tarados e tem tanto fôlego, gozam varias vezes direto, eu gosto de ver suas caras de surpresas quando eu rebolo, rebolo e rebolo, eu grito, puxo seus cabelos e aperto bem minha bunda contra seus paus, gosto de engoli aquelas galas finas e sem gosto adolescentes eu gosto de pegar de dois gosto de ter um pau na boca e outra no cu, depois os dois me fudendo ao mesmo tempo, dói eu sangro mais eu gosto, eu transformo essa dor em prazer.

Eu amo testículos, bolas, sacos, pra mim quanto maior o testículo mais eu sinto vontade de transar, eu chupo as bolinhas até minha boca doer, eu engulo o pau e as bolas de uma vez eu gosto de ver as pessoas revirarem seus olhos, eu aperto, mordo eu esfrego na minha cara eu faço de tudo uma vez um cara sacudo enfiou as bolas dele no meu cu nesse dia eu gozei muito e quero outro homem que faça isso comigo, eu gosto de dormir segurando um testículo na minha mão, gosto e chupar pessoas dormindo.

E os mais maduros não esqueci de vocês, eu amo pessoas experientes que me fazem de cachorra e me ensinam coisas novas e gostosas, eu amo um boquete de pessoas mais velha eu amo entala meu pau num cuzinho de coroas, gosto de velhinhos tarados que dão conta do recado.

Índios, mulatos, estrangeiros, baixinhos, grandão, dotados outros nem tanto, românticos outros violentos, safados, fiéis, ativo, passivo, nerds, gordinhos, peludos todos fazem o meu tipo na mão de um homem eu sou uma vadia sem limites, disposto a realizar todas as suas fantasias.

Qual o seu tipo de homem…